Notícias do Centro Hospitalar



Cirurgias no Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga aumentaram 12% em 2017

O Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga (CHEDV), sediado em Santa Maria da Feira, revelou hoje que aumentou em 12% as cirurgias realizadas no primeiro semestre do ano, face a período homólogo de 2016.

De janeiro a junho deste ano, o CHEDV realizou um total de 10.032 intervenções cirúrgicas, explicou fonte da administração da estrutura que integra, além do hospital de Santa Maria da Feira, o de São João da Madeira e Oliveira de Azeméis.

"Este bom resultado deve-se a várias medidas destinadas a otimizar a utilização dos blocos operatórios nos três hospitais do CHEDV e um dos fatores que mais contribuiu para esse significativo crescimento foi o aumento de 24% da produção em cirurgia de ambulatório", referiu a mesma fonte.

Só em registo de ambulatório, as cirurgias realizadas no primeiro semestre de 2017 foram 5.357, no que se destaca a prestação do Hospital de São João da Madeira.

"O excelente desempenho dessa unidade verifica-se na sequência do plano estratégico e de revitalização iniciado em 2016 e totalmente implementado neste momento, o que, só aí, permitiu um crescimento de 37% nas cirurgias", explica a fonte da administração.

Quanto ao tipo de intervenção realizada nos utentes, mais de 90% da atividade cirúrgica do primeiro semestre está distribuída pelas áreas de Oftalmologia (que registou 2.488 operações), Cirurgia Geral (com 2.148), Ortopedia (1.827) Ginecologia (1.549 operações) e Otorrinolaringologia (1.157).

Para Miguel Paiva, presidente do conselho de administração do CHEDV, esse crescimento tem ainda mais significado considerando que a instituição já é a "que apresenta os melhores tempos de espera" entre os hospitais do seu grupo de referência - que é o C, relativo a unidades de média dimensão.

"Reduziu para 68 dias a mediana do tempo de espera da lista de inscritos para cirurgia, segundo os dados acumulados em maio de 2017 pela Administração Central do Sistema de Saúde, e é também a instituição dentro do seu grupo de referência que teve uma evolução mais positiva ao nível da cirurgia de ambulatório", especifica a já referida fonte da administração.

A prioridade de Miguel Paiva é agora assegurar que essas cirurgias decorrem "dentro dos tempos de resposta garantidos e sempre dentro dos mais elevados parâmetros de segurança e qualidade". 

"Este crescimento é o resultado do empenho das equipas de profissionais que temos nos nossos três hospitais e coloca-nos neste momento um desafio ainda maior, mas estamos convictos de que o conseguiremos alcançar, quer pela confiança que temos nos projetos atualmente existentes, quer pelos investimentos que temos em curso", conclui.

 

Cirurgia inovadora de hérnia discal realizada no CHEDV

O Serviço de Ortopedia e Unidade da Coluna do CHEDV, realizou com sucesso quatro discectomias lombares totalmente endoscópicas, sendo o primeiro hospital público (SNS), em Portugal, a oferecer esta cirurgia inovadora aos seus utentes. 

Foram realizadas, pela Unidade da Coluna do CHEDV, quatro cirurgias de hérnia discal com abordagem totalmente endoscópica, distinguindo-se de outras técnicas em que o endoscópio é usado de forma auxiliar na cirurgia convencional aberta. A discectomia lombar totalmente endoscópica permite fazer a mesma operação que a técnica aberta, mas apenas com uma incisão mínima, sem destruição muscular e lesão mínima ao nível de ligamentos e ossos. 

O pós-operatório é habitualmente pouco doloroso e o procedimento pode ser feito com internamentos de um dia. Esta técnica oferece aos doentes uma agressão cirúrgica mínima, uma cicatriz quase imperceptível (inferior a 1 cm), óptimos resultados cosméticos e uma taxa de infecção próxima de 0%. 

Para o responsável da Unidade de Coluna do CHEDV, Dr. Artur Teixeira, “ desde a abertura do nosso Serviço de Ortopedia, que tem havido a preocupação de realizarmos o tratamento cirúrgico da hérnia discal de forma menos agressiva possível. Em 1999 começamos pela utilização do microscópio como forma de potenciar a visão e permitir uma pequena incisão. Em 2006 introduzimos as técnicas minimamente invasivas que permitiram uma grande evolução no sentido da menor agressão cirúrgica no que diz respeito à extensão da cicatriz (cerca de 2 cm). O tratamento da hérnia discal através desta técnica totalmente endoscópica continua esse percurso. Pretendemos alargá-la em número e tipo de indicações, sendo de referir que tratamos cerca de 150 doentes por ano que poderão beneficiar da técnica”. 

 

Nascer Cidadão com Cartão do Cidadão no CHEDV

O serviço Nascer Cidadão com Cartão do Cidadão, iniciativa levada a cabo pelo Governo Português no âmbito do plano de modernização administrativa Simplex+, está disponível no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, desde 15 de fevereiro. Através deste serviço, os pais dos bebés nascidos na maternidade do Hospital de S. Sebastião já podem solicitar, na própria unidade hospitalar, além do registo do bebé o respetivo Cartão de Cidadão.

O primeiro bebé a usufruir deste serviço no Hospital São Sebastião chama-se Martim, tendo nascido no dia 14 de fevereiro, dia de S. Valentim.

O registo do bebé é gratuito e o Cartão do Cidadão tem um custo de 7,50 euros.

Fotografia 

 

CHEDV renova cooperação com o projecto Tampinhas Solidárias

Este ano comemora-se o 10.º aniversário da implementação do projecto, “Tampinhas Solidárias” da responsabilidade da Câmara Municipal de S. João da Madeira com gestão da CERCI e que tem como objectivo separar as tampinhas de plástico das diversas embalagens que usamos no dia-a-dia e depositá-las nos pontos de recolha disponibilizados, sendo estas vendidas para reciclagem, permitindo a aquisição de aparelhos e equipamentos médicos ou ortopédicos, integrados num centro de recursos concelhio, ao qual qualquer sanjoanense pode recorrer em caso de necessidade.

Na passada segunda-feira, dia 13 de Fevereiro, nas instalações da CERCI de S. João da Madeira foi feito o relançamento do projecto e assinado um protocolo de cooperação envolvendo várias instituições da cidade incluíndo, uma vez mais, o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, representado na cerimónia pela sua administradora, Margarida Ornelas.

As tampinhas são recolhidas em contentores de recolha que irão estar disponíveis nas 3 unidades do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga devendo, obrigatoriamente, ser de plástico, preferencialmente de líquidos alimentares, como águas, sumos, entre outras, não sendo permitidas tampas de embalagens de produtos perigosos, de embalagens que contiveram tintas, vernizes, gordura, etc.

Os contentores são fornecidos pela Portucel e decorados pelos utentes da CERCI, com recurso a resíduos de vinil autocolante, formando imagens de tampinhas.

Fotografia 

 

ADF oferece rastreio no Hospital São Sebastião

A Associação Diabético da Feira, em parceria com o CHEDV ofereceu no dia 21 de Janeiro rastreio de Diabetes com degustação de fogaça. A iniciativa que decorreu, durante a tarde, na Entrada Principal do Hospital foi dirigida a utentes, visitas e funcionários com o objetivo de alertar para o problema da Diabetes. Foram rastreadas 61 pessoas, sendo que 12 pessoas eram diabéticas já conhecidas. De acordo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que em 2014, existiam 387 milhões de pessoas com Diabetes. Em 2035 este valor subirá para 592 milhões.

Fotografia 

 

Candidato a Bastonário da Ordem dos Médicos visita Hospital de S. Sebastião

O candidato a Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. Álvaro Beleza, visitou esta quarta-feira o Hospital de S. Sebastião em Santa Maria da Feira. Com o objetivo de conhecer a realidade do CHEDV e dar a conhecer algumas das propostas da lista que encabeça, o Dr. Álvaro Beleza e a sua comitiva, que integrava o Dr. Miguel Leão e o Dr. Martins Soares, visitaram a Consulta Externa e o Serviço de Urgência do Hospital São Sebastião, acompanhados pelo adjunto da Direção Clínica, Dr. António Miranda.
Posteriormente, o candidato foi recebido pelo Presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Dr. Miguel Paiva, com quem se reuniu numa breve troca de ideias e experiências, onde Álvaro Beleza realçou a importância da garantia da qualidade na prestação dos cuidados de saúde, desenvolvendo alguns dos principais pontos do seu programa eleitoral.

Fotografia 

 
Gémeas são o bebé do ano na maternidade do CHEDV e foram premiadas com presentes
 
2017 começou de forma especial para uma família de Cesar, freguesia do concelho de Oliveira de Azeméis. Um choro forte e saudável ecoou pelos corredores da maternidade no Hospital de S. Sebastião. Era um parto gemelar. No dia 1 de janeiro, às 10h51 nascia a Iara e passados 6 minutos a sua irmã Íris, as bebés do ano do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV).
 
Mais uma vez, o CHEDV quis premiar o nascimento do primeiro bebé do ano, e em parceria com as Parafarmácias Bem Estar do Grupo Jerónimo Martins, que à semelhança do ano anterior, ofereceram um cabaz de produtos de dermocosmética às gémeas nascidas na maternidade do Hospital de S. Sebastião. Também a Liga dos Amigos do Hospital de S. Sebastião (LAHSS) quis assinalar o nascimento do primeiro bebé do ano, com a oferta de um cabaz composto por produtos de puericultura, contribuindo assim para ajudar a família num momento importante e que naturalmente acarreta despesas adicionais.
 
Esta terça-feira, na maternidade do CHEDV, a entrega dos cabazes “primeiro bebé do ano” aos pais das gémeas, foi efectuada por Miguel Paiva, presidente do conselho de administração do CHEDV, Narciso Oliveira, diretor da Loja Pingo Doce de Santa Maria da Feira e Manuel António Ferreira, presidente da Liga dos Amigos do Hospital de S. Sebastião.
 
 
Candidato à Presidência do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos visita Hospital de S. Sebastião
 
O Hospital de S. Sebastião em Santa Maria da Feira, recebeu no dia 15 de dezembro, a visita do candidato à Presidência do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos, Prof. Dr. António Araújo, que teve como objetivo o contacto com os médicos desta unidade do CHEDV.
A comitiva foi recebida pelo Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV), onde António Araújo realçou o propósito da sua candidatura “estamos pelos médicos e na defesa do ato médico para os doentes”.
Seguiu-se uma reunião com os responsáveis clínicos de várias especialidades, momento em que o candidato à Presidência do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos teve a oportunidade de trocar ideias e experiências, e de escutar os testemunhos dos médicos do Hospital de S. Sebastião.
O programa terminou com a visita aos diversos serviços do Hospital de S. Sebastião de forma a possibilitar um contacto mais próximo com a realidade desta unidade hospitalar 
O candidato à Presidência do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos, Prof. Dr. António Araújo, foi diretor do Serviço de Oncologia Médica do CHEDV entre 2008 e 2014.
 
 
Acolhimento Novos Internos – 2017

A Reunião de Acolhimento dos novos internos, colocados em formação neste Centro Hospitalar em 2017,  realizar-se-á dia 2 de Janeiro, no Auditório da Unidade de Santa Maria da Feira, situado no Piso 4, com inicio ás 8.30. Mais se informa de que esta reunião é de comparência obrigatória.
 
 
Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga reúne Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga reuniu no passado dia 15 de novembro no Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira.
 
Este órgão consultivo, presidido pelo ex-minstro da economia, Daniel Bessa, é constituído pelos representantes dos municípios onde se encontram situados os estabelecimentos hospitalares do CHEDV, da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte), profissionais de saúde e sociedade civil.
 
O painel de personalidades que integram o Conselho Consultivo foi recebido pelo Conselho de Administração do CHEDV, que fez uma apresentação da actividade desenvolvida pela instituição nos anos 2015 e 2016, explicando detalhadamente os aspectos mais relevantes ocorridos neste período, falando dos constrangimentos sentidos e das perspectivas para o futuro. Sobre estas matérias todos os membros presentes se pronunciaram, tendo ressaltado uma ideia de satisfação quanto ao trabalho realizado pela instituição.
 
O presidente do Conselho Consultivo, Daniel Bessa, manifestou interesse em aprofundar o trabalho deste órgão numa área muito importante e com grande impacto na confiança da comunidade na instituição: a humanização. A este propósito ficou definido um plano de acção que, numa primeira fase, passa pela análise ao trabalho desenvolvido a este nível por outras unidades do SNS para, logo de seguida, serem apresentadas propostas que permitam ao Conselho de Administração melhorar a prestação do CHEDV nesta área.
 
O Conselho Consultivo do CHEDV tem como competências apreciar os planos de actividade bem como todas as informações tidas como necessárias para o acompanhamento da actividade do Centro Hospitalar. Fazem ainda parte das suas competências, a apresentação de recomendações tendo em vista o melhor funcionamento dos serviços a prestar ás populações do Entre o Douro e Vouga, tendo em conta os recursos disponíveis.
 
 
A Direção-geral da Saúde (DGS) divulgou as seguintes orientações sobre a campanha de vacinação:

A vacinação contra a gripe é a principal medida de prevenção contra a gripe e tem como objetivo proteger as pessoas mais vulneráveis, prevenindo a doença e as suas complicações.
 
A vacinação iniciou-se em Outubro e deve ser feita preferencialmente até ao fim do ano. A vacina pode ser administrada durante todo o outono e inverno.
 
A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada a: 
• Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos; 
• Doentes crónicos e imunodeprimidos (a partir dos 6 meses de idade); 
• Grávidas; 
• Profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados (ex.: lares de idosos).
Aconselha-se também a vacinação às pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.
 
A vacina está disponível, gratuitamente, nos centros de saúde para alguns dos grupos de risco. As pessoas não abrangidas pela vacinação gratuita podem adquirir a vacina nas farmácias, sob prescrição médica, beneficiando de comparticipação de 37%.
As receitas médicas nas quais seja prescrita, exclusivamente, a vacina contra a gripe, emitidas a partir de 1 de julho de 2016, são válidas até 31 de dezembro de 2016.
 
A vacina é gratuita nos centros de saúde para as pessoas:
• Com idade igual ou superior a 65 anos
• Residentes ou internadas em instituições
• De grupos de maior risco clínico:
• Diálise
• Aguardar e recetores de transplante 
• Sob quimioterapia
• Trissomia 21
• Fibrose quística 
• Défice de alfa-1 antitripsina
• Doença neuromuscular com comprometimento da função respiratória

O Serviço Nacional de Saúde tem cerca de 1,2 milhões de doses de vacinas para administrar gratuitamente.
Para mais informações consulte o site da DGS  
 
Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga renova excelência clínica
 
O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) acaba de receber a estrela de excelência da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) na dimensão da «Excelência Clínica», demonstrando cumprir os critérios de qualidade exigidos, de acordo com a avaliação do Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS).
 
O SINAS, coordenado pela ERS, faz uma avaliação da qualidade global dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde. O relatório agora divulgado diz respeito apenas à área da Excelência Clínica e corresponde ao período compreendido entre 01-07-2014 e 30-06-2015. A atribuição da estrela de Excelência Clínica ao Hospital de São Sebastião significa o cumprimento com todos os parâmetros de qualidade exigidos, símbolo que atesta o sucesso do trabalho realizado pela instituição neste âmbito.
 
Face à avaliação anterior, o hospital continua a melhorar o seu desempenho em vários indicadores. De entre estes destacam-se indicadores nas áreas da Cirurgia do Cólon (Doentes que receberam a profilaxia do tromboembolismo venoso adequada no período entre 24 horas antes da cirurgia até 24 horas após a cirurgia), da Ortopedia (prescrição de profilaxia do TEV para doentes submetidos a artroplastia da anca/joelho com essa recomendação), da Pediatria/Cuidados Neonatais (Aleitamento materno exclusivo) e Pediatria/Pneumonia (Antibioterapia iniciada nas primeiras seis horas após a chegada em doentes com pneumonia).
 
O trabalho em busca da excelência nunca está terminado, mas estes resultados mostram uma evolução positiva na apreciação feita pela ERS, e resultam do envolvimento e motivação dos profissionais do CHEDV, que desenvolvem a sua atividade de forma dedicada e em complementaridade, tendo em vista o objectivo comum de melhoria contínua das práticas e dos resultados assistenciais em prol dos utentes da região. 
 
Elsa Soares é a nova Diretora Clínica do Conselho de Administração do CHEDV
 
Nomeada em reunião de Conselho de Ministros, sob proposta dos Ministros das Finanças e da Saúde, a Drª Elsa Soares assume hoje as funções de Diretora Clínica do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, E.P.E.

A nova Diretora Clínica, é licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto desde 1985 com especialidade em Anestesiologia. 
Exerceu funções no Hospital de S. Sebastião desde a sua abertura, em 1999, tendo permanecido na instituição até Abril de 2016, quando, por concurso, ascendeu à categoria de Assistente Graduado Sénior no Centro Hospitalar do Baixo Vouga. 

Neste seu “regresso a casa”, desejamos-lhe o maior sucesso, na missão de oferecermos um serviço hospitalar de qualidade às pessoas da região que servimos.

Neste momento de mudança, o Conselho de Administração agradece à Directora Clínica cessante, Dra. Paula Sarmento, o trabalho desenvolvido durante o tempo em que desempenhou o seu cargo.
 
CHEDV reconhecido como centro de referência no tratamento oncológico
 
O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) foi reconhecido pelo Ministério da Saúde como centro de referência na área de Oncologia para o tratamento do Cancro Hepatobilio/Pancreático.
Ao ser assinalado como Centro de referência no tratamento oncológico, o CHEDV, é reconhecido como o expoente mais elevado de competências na prestação de cuidados de saúde de elevada qualidade em situações clínicas que exigem uma concentração de recursos técnicos e tecnológicos altamente diferenciados, de conhecimento e experiência, tanto a nível nacional como internacional.
O Serviço responsável por este centro de referência é o Serviço de Cirurgia Geral do CHEDV que é composto por uma vasta equipa de profissionais altamente diferenciados e com reconhecimento nacional e internacional, possuindo diversas publicações em revistas de referência e vários prémios obtidos em congressos, sendo liderados pelo Dr. Mário Nora.
Para Mário Nora, diretor do Serviço de Cirurgia Geral do CHEDV “este reconhecimento é o corolário de anos de trabalho da Unidade Funcional de Cirurgia Hepatobilio/Pancreática liderada pelo Dr. Gil Gonçalves”.
 
Centros de Referência
Centro de Referência é qualquer serviço, departamento ou unidade de saúde, reconhecido como o expoente mais elevado de competências na prestação de cuidados de saúde de elevada qualidade em situações clínicas que exigem uma concentração de recursos técnicos e tecnológicos altamente diferenciados, de conhecimento e experiência, devido à baixa prevalência da doença, à complexidade no seu diagnóstico ou tratamento e/ou aos custos elevados da mesma, sendo capaz de conduzir formação pós-graduada e investigação científica nas respetivas áreas médicas.
 
 Primeiro bebé Infante de Terras de Santa Maria já nasceu no Hospital São Sebastião
 
Foi na madrugada de 28 de Junho que nasceu o pequeno Infante Marcos Pinho Andrade, com 3.180 kgs, o primeiro a receber o título de Infante da Viagem Medieval.
Tal como todas as crianças nascidas no CHEDV durante o período em que decorre a 20ª Viagem Medieval, Marcos recebeu o título simbólico de Infante e terá direito a um salvo-conduto que lhe garante acesso gratuito vitalício à Viagem.
O acordo foi assinado pela Rainha Santa Isabel e pela enfermeira diretora do CHEDV, Enfª Sara Pereira, no dia 22 de Junho, no Hospital São Sebastião, num evento que incluiu uma visita a algumas parturientes presentes nesta unidade hospitalar.
Em declarações à Lusa, o presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Dr. Miguel Paiva, referiu que “foi com particular ‘alegria’ que o Serviço de Obstetrícia da unidade acompanhou este parto. Para nós, cada utente é único e cada um dos nossos bebés é especial, mas esta distinção, que atribuímos em parceria com a organização da Viagem Medieval a todos aqueles que nasçam connosco ao longo dos 12 dias do evento, vem reforçar ainda mais este nosso sentimento", explicou.
Já o presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, considera que a iniciativa "Vem reforçar o sentimento de identidade e pertença dos 'santamarianos' em relação à Viagem Medieval e ao nosso território e, simultaneamente, reiterar a excelência do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga”.
A 20.ª Viagem Medieval em Terras de Santa Maria é dedicada ao reinado de D. Dinis, o "Plantador de Naus" e decorre até 7 de agosto.
 
 
Onda de calor
alt 
 
Informação e recomendações para a população em geral
De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê-se um aumento significativo das temperaturas para os próximos dias. 
Assim, a Direção-Geral da Saúde recomenda a adoção de medidas gerais de prevenção destinadas à população em geral e medidas específicas para pessoas mais vulneráveis aos efeitos do calor.
O calor pode ter efeitos nocivos sobre a saúde das pessoas. Os principais grupos de risco são bebés, idosos, doentes acamados, doentes crónicos (nomeadamente alcoólicos, insuficientes renais, insuficientes cardíacos, diabéticos), entre outros.
Em situações de muito calor, a transpiração origina a perda de água e sais minerais, podendo levar a uma situação de grave desidratação. Quando exposto durante muito tempo a situações de calor extremo, o organismo perde a capacidade de regular a temperatura (perda de calor), surgindo sintomas como a pele vermelha, quente e seca, pulsação rápida e fraca, temperatura corporal elevada (“hipertermia”), vómitos e perda da consciência. Felizmente, todas estas situações podem ser evitadas.

Recomendações principais
• Mantenha o corpo hidratado e fresco; 
• Mantenha-se protegido do calor; 
• Mantenha a casa fresca; 
• Mantenha-se especialmente atento e proteja-se se tiver algum problema de saúde; 
• Mantenha-se em contacto e atento aos outros. 

Para mais informações consulte o sítio da Direção Geral de Saúde - www.dgs.pt
Ligue para a Linha Saúde 24: 808 24 24 24. 
Em caso de Emergência ligue para o 112. 

 

CHEDV recebe estrela de excelência da ERS

O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) recebe a estrela de excelência da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) nas dimensões da Excelência Clínica, Segurança do Doente – Procedimentos de Segurança e Eventos Adversos - Adequação e Conforto das Instalações, Focalização no Utente e Satisfação do Utente, demonstrando cumprir com todos os parâmetros de qualidade exigidos, de acordo com a avaliação do Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS) em 2015.
 
O Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, obtém resultados de excelência clínica de Nível de Qualidade III (o mais elevado) nas áreas de Cardiologia, Cuidados Intensivos, Neurologia e Obstetrícia.
 
Das oito áreas avaliadas na dimensão de Excelência Clínica, 20% viram o seu nível de qualidade subir de II para III, o que demonstra uma evolução muito positiva nestas áreas.
 
Do total dos indicadores que integram as 10 áreas em avaliação, 47,17% viu o seu nível de qualidade subir, facto que demonstra os excelentes resultados que a instituição alcançou e do esforço dos profissionais em oferecer serviços com crescente qualidade.
De entre os indicadores que viram o seu nível subir, destacam-se indicadores nas áreas da Cirurgia do Cólon, Cardiologia, Pediatria e Cuidados Intensivos, sendo que nesta última a subida se refere a 75% dos indicadores que a integram. 

 

CHEDV | Urgência do Hospital S. Sebastião recebe melhorias   

A urgência do Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira está a passar por uma série de reformas a nível organizacional e reorganização do espaço físico do serviço que visam melhorar o atendimento prestado à população e as condições de trabalho dos profissionais. Integrado nesse projeto, a partir do dia 19 de Fevereiro entraram em funcionamento as novas áreas de admissão/alta e de triagem, permitindo normalizar o fluxo de admissão e alta, bem como implementar a nova aplicação do sistema de triagem de Manchester.

Para o Presidente do Conselho de Administração, Miguel Paiva, "Este é mais um passo na direção do objetivo delineado que visa garantir um Serviço de Urgência de reconhecida qualidade e eficácia, assegurando os cuidados de saúde adequados e necessários à satisfação dos utentes, em conformidade com as normas e orientações vigentes”.

A próxima área de intervenção será Trauma Ortopedia com o objetivo de aumentar o seu espaço para proporcionar aos seus profissionais e utentes melhores condições.

O projeto de reestruturação do serviço de urgência só tem sido possível com o envolvimento de todos, o que demonstra que o trabalho de equipa produz resultados e contribui para a prestação de um serviço de melhor qualidade.

Fotografias

 

CHEDV celebra o Dia Mundial do Doente  

O Dia Mundial do Doente assinala-se a 11 de Fevereiro. Determinado pelo Papa João Paulo II, em 1992, este dia tem como objectivo promover um serviço de saúde mais centrado na pessoa doente.

O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga assinala o Dia Mundial do Doente no Hospital São Sebastião com a habitual visita aos serviços de internamento e entrega de lembrança aos doentes internados pelos voluntários da Liga dos Amigos do Hospital São Sebastião e celebração de missa na capela do HSS pelas 17 horas.

No Hospital São Miguel, o dia é assinalado com a visita e oferta de pagela pelos voluntários da Liga dos Amigos do Hospital de Oliveira de Azeméis.

 

Reunião Instaladora do Conselho Consultivo do CHEDV – 11 Janeiro 

Realizou-se no dia 11 de Janeiro a reunião instaladora do Conselho Consultivo do CHEDV. Presidida pelo Prof. Doutor Daniel Bessa, a reunião contou com a presença de todos os elementos do Conselho de Administração, bem como os restantes elementos do órgão, a saber:

- Dr. José Carlos Pedro (Representante da ARS Norte);

- Dr. Emídio Ferreira dos Santos Sousa (Representante do Município de Santa Maria da Feira);

- Dr. Hermínio Loureiro – Substituído pela Vereadora Gracinda Leal (Representante do Município de Oliveira de Azeméis);

- Dr. Ricardo Figueiredo – Ausente por impossibilidade de agenda (Representante do Município de São João da Madeira);

- D. Teresa Santos Silva (Representante dos Trabalhadores);

- Prof. Manuel António Ferreira (Representante dos prestadores de trabalho de voluntariado) – Ano 2016;

- Eng.º Fernando Cruz (Representante dos prestadores de trabalho de voluntariado) – Ano 2017;

- Dra. Ana Isabel Gonçalves (Representante dos utentes) – Ano 2016;

- D. Arsisete Saraiva (Representante dos utentes) – Ano 2017;

- Dra. Dulce Silva (Representante dos utentes) – Ano 2018;

- Professora Doutora Paula Mourão Amaral Coutinho - Ausente por motivos pessoais (profissional de saúde sem vínculo ao CHEDV);

- Enf António Santos (profissional de saúde sem vínculo ao CHEDV);

- Dr. André Mendonça (Fiscal único).  

Fotografia 

 


Página 1 de 2